Júri em Campinas condena dois homens acusados de matar torcedor

Réus foram sentenciados a 19 anos de reclusão.         A Vara do Júri da Comarca de Campinas sentenciou a 19 anos de reclusão, em regime inicial fechado, dois homens acusados de homicídio qualificado contra um torcedor do time rival. O Tribunal do júri terminou à meia-noite de quarta-feira (13).         Consta nos autos que a vítima estava no meio de uma briga de torcidas, quando tropeçou e caiu, momento em que foi cercada e agredida pelos réus e terceiras pessoas (que já foram julgadas anteriormente e condenados a 19 anos de reclusão). Enquanto estava caída, o torcedor foi atingido em todas as regiões do corpo por chutes, socos, golpes de barras de ferro e de pedaços de madeira, vindo a falecer por conta dos ferimentos.         Os jurados reconheceram as qualificadoras de motivo fútil, do meio cruel e do uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. Cabe recurso da decisão. Os réu poderão apelar em liberdade.         Processo n° 0036670-59.2018.26.0114                  imprensatj@tjsp.jus.br
15/02/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia