Noticias Juridicas

Comarca de Andradina divulga programa de Apadrinhamento Afetivo

Objetivo é oferecer referência familiar a jovens acolhidos.             A Comarca de Andradina promove campanha para pulgação do programa de Apadrinhamento Afetivo no município, denominado "Entre Laços". Lançado em 2016 na comarca, o programa tem o objetivo de oferecer aos jovens que vivem em casas de acolhimento a possibilidade de criar laços com pessoas interessadas em ser um padrinho/madrinha, voluntários que se dispõem a manter contato direto com o “afilhado”, podendo sair para atividades fora do abrigo, como passeios, festas de Natal, Páscoa etc. Dessa forma, são vivenciadas experiências que auxiliam no processo de valorização da autoestima.         Os critérios para o Apadrinhamento Afetivo em Andradina são: ter disponibilidade de tempo para participar efetivamente da vida do(a) afilhado(a), como visitas ao abrigo, à escola, passeios, entre outras atividades; ser maior de 18 anos (devendo haver diferença de 16 anos a mais que a criança ou adolescente);  participar das oficinas e reuniões com a equipe técnica do projeto; contar com mais uma pessoa da família que também possa participar das oficinas de esclarecimentos;  apresentar a documentação exigida; consentir a realização de visitas técnicas em sua residência; respeitar as regras e as normas estabelecidas pelos responsáveis do programa e dos abrigos.         A 3ª Vara da Comarca, com o apoio do setor psicossocial do Judiciário e da rede assistencial de Andradina, tem promovido uma série de ações para a pulgação do programa. Uma delas foi a participação do magistrado em programa emissora de televisão local, no último dia 22, para falar sobre o "Entre Laços". Também participaram da entrevista as assistentes sociais Marilza Elorza Carneiro e Sirlene Guimarães Cruz e as psicólogas Elizangela Martins de Oliveira, Fabiana Bacelar de Matos e Jana Pahins Duarte Zompero. Na ocasião foi abordado o objetivo do programa, que é resgatar o direito de convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes acolhidos, com remotas perspectivas de adoção ou retorno a família de origem. Também foram esclarecidos os procedimentos necessários para o cadastramento de padrinhos e madrinhas, que têm como porta de entrada o setor técnico do fórum.           Serviço         Programa de Apadrinhamento Afetivo de Andradina         Local: Setor Técnico do Fórum         Endereço: Rua Paes Leme, nº 2052         Telefone: (18) 3722-8200, ramais 212 e 226                    imprensatj@tjsp.jus.br
16/12/2018 (00:00)
Rua José Alexandre Buiaz  , 300  , Ed. Work Center, Sala 902
-  Enseada do Sua
 -  Vitória / ES
-  CEP: 29050-545
+55 (27) 3222-5354+55 (27) 988773545
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia